01 set 2010

100 ANOS DE PERDÃO

Neto-Corinthians-pNeto vira estrela da virada corintiana com palavrões e gafes

O ex-meia-esquerda Neto foi talvez o principal nome do show do centenário do Corinthians, na virada de terça para quarta-feira, no Vale do Anhangabaú. O agora comentarista de televisão apresentou o evento e, com o microfone na mão, soltou inúmeros palavrões e gafes durante a festa.

No primeiro momento infeliz da noite, ele incitou torcedores contra os jornalistas. “Ei, imprensa, pare de fazer matéria aí, p*%rra!”, disse o ex-jogador, que recebeu do público uma resposta imediata: “Ei, imprensa, vai tomar no c*!”. Logo em seguida, brincou com o sumiço de uma torcedora. “Lídia, sua filha, que se perdeu de você, está aqui atrás, na base do palco. Pô, perder a filha? É o c* da cobra”.

Para chamar ao palco o também ex-jogador Marcelinho Carioca, Neto admitiu não gostar dele “como gente”, mas disse ser grande fã de seu futebol. Minutos depois, revelou o apelido de Adilson Batista, o “Bundinha” e ainda brincou com boa parte do elenco atual do Corinthians. Ao ver Dentinho na área vip, o comentarista disse: “Aí, Dentinho, vou pegar o táxi com você, hein, c*%ralho!”. Os atacantes Iarley e Souza também não escaparam: “precisam fazer mais gol, hein, c*%ralho!”.

A lista de gafes de Neto ainda teve novos pontos altos. Convocado para o palco para entregar uma homenagem a Ronaldo, o vereador Antonio Goulart foi chamado por ele de Goulart de Andrade. Mais tarde, encerrou a contagem regressiva do centenário corintiano com “C*%ralho! P*%ta que o Pariu!”.

***

Gafes? Palavrões? Bobagem.

Apesar de tudo, a noite de ontem serviu para Neto derrubar um paradigma

Neto-Corinthians

“C*%ralho!”

comentários
comentários