04 set 2007

BAD HAIR DAY

Grupo seqüestra e tortura policial militar em Niterói

Uma policial militar foi seqüestrada e torturada, na noite de ontem, em Niterói (RJ). Ela só conseguiu fugir depois de passar por três sessões de espancamento.

De acordo com a Polícia Civil, a policial foi surpreendida por dois homens armados ao chegar à paisana em sua casa. Ela foi obrigada a sentar no banco traseiro de seu carro e a rodar pela cidade com os ladrões, que exigiam dinheiro. O seqüestro deixou de ser “relâmpago” quando a dupla reconheceu a mulher como PM – provavelmente devido a algum objeto encontrado dentro do próprio carro.

Levada ao morro do Castro, a vítima foi espancada, amarrada e presa no porta-malas do veículo. Ela conseguiu escapar pouco depois, mas acabou capturada por outros dois homens armados que seguiam em uma moto. Espancada novamente, ela teve os olhos fechados com fita adesiva e foi levada a um cativeiro.

Mais tarde, a policial conseguiu deixar o cativeiro e buscar abrigo em casas vizinhas. O problema é que os moradores do morro estavam associados aos criminosos e denunciaram a fuga. Um deles chegou a agredir a vítima com uma vassoura para impedi-la de deixar o morro. Pela terceira vez, a PM foi espancada, pisoteada e estrangulada.

Ela foi presa de novo ao porta-malas, de onde fugiu. Desta vez, a policial militar conseguiu acionar a corporação pelo telefone e ser resgatada.

O caso está sendo investigado.

***

Das duas uma: ou não fazem mais porta-malas como antigamente; ou os marginais terão de dormir de olhos abertos. Afinal, Lara Croft está viva. E ela quer vingança.

comentários
comentários