08 jul 2008

ÓCIO CRIATIVO

Garoto não chama colega para festa e causa furor na Suécia

Um menino de oito anos provocou um debate nacional na Suécia por não ter convidado dois de seus colegas para sua festa de aniversário.

A escola da criança, na cidade de Lund, diz que ele violou o direito dos colegas excluídos da festa e levou o caso para o Parlamento. Segundo a diretoria, se os convites são distribuídos na escola, não pode haver discriminação.

O pai do menino não fez por menos e também reclamou formalmente junto ao ombudsman parlamentar. Ele argumentou que as duas crianças não foram convidadas porque uma delas não havia convidado seu filho para a sua festa e a outra havia brigado com ele.

O menino distribuiu os convites durante o horário das aulas e quando o professor percebeu que dois alunos haviam sido excluídos, confiscou os convites.

“Meu filho ficou muito magoado. Ninguém tem o direito de confiscar propriedade alheia dessa forma. É como pegar a correspondência de uma pessoa”, disse o pai no menino.

O veredicto sobre o assunto sairá em setembro.

***

Ócio é bosta. Poderíamos exportar uns políticos corruptos, uns policiais despreparados, dois Nardonis e um Beira-Mar para os suecos terem com o que se preocupar, né não?

comentários
comentários