26 out 2012

PERDEU, PLAYBOY!

Ministério da Educação pede para Polícia Federal investigar integrante da equipe de Serra

O Ministério da Educação (MEC) pediu ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que a Polícia Federal abra investigação sobre boatos que circularam nas redes sociais de que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano teria sido cancelado.

Fontes do MEC disseram ter “convicção” de que a informação falsa partiu de Eden Wiedemann, integrante da equipe de mídias sociais da campanha de José Serra (PSDB) à Prefeitura. O publicitário postou no Twitter, às 20h11 de quarta-feira, a mensagem “Vai Haddad!!! MEC confirma cancelamento das provas do Enem”, seguido de um link para uma reportagem de 2009 do Terra que anunciava o cancelamento da prova. Na época, o ministro da Educação era Fernando Haddad (PT), hoje adversário de Serra em São Paulo.

Na quinta-feira, no início da tarde, o site do MEC teve um volume de tráfego anormal, com mais de 1 milhão de acessos – a média mensal é de 20 milhões. O ministério encaminhou ao diretor-geral da PF, Leandro Daiello, cópias dos posts de Wiedemann. A expectativa no MEC é a de que o publicitário seja procurado nesta sexta-feira pela polícia.

***

Como diria Wilson Mizner, “há certas pessoas a quem o fracasso sobe à cabeça”.

comentários
comentários